o Pi da utoPIa

numero-pi

Encontrar um amigo

É encontrar um abrigo

Um abraço, um “olhar pra fora do umbigo”

 

É acreditar na magia

Num mundo que vê o amor

Como uma mera fantasia

 

É encontrar o último algarismo

No cálculo de Pi

É acreditar na utoPIa

 

É irracional e transcendente

É simples,

É por acidente

 

InCrível e contraditório

Observatório

Seletivo e aleatório

 

Esperançar o desEsperado

É velar o acAmado

Velar o Amado

 

É um distante-perto,

um perto-perto, 

um querer-estar-perto

 

É astral

Uma ligação mental

Um espectro de gente [fora-dA-gente]

 

É militar pelo que se acredita

É crer no que se Des-acredita

É creditar sem fundo

 

É ser o fundo

Ser pro-fundo

Dar fundamento

 

Base para o recomeço

Terra para re-floresço

Chuva para o clima seco

 

Grão para o novedio

Pão para o faminto

Calma para o arredio

 

Nascente

e poEnte

Para a estrela guia

 

Ente querido, escolhido

Gente da gente

Igual, embora diferEnte

 

Nascente

Leito

E Mar

 

Para

O [dis]Curso

do rio

de lágrimas

de risos

de gargalhadas

de cascalhos

de dilemas

de surtos e de problemas

de mistérios

de soluções e de invenções

Que corre

Das fontes da vida

 

Amigo é tudo isso

É nada disso

É o que precisa ser

 

Amigo nunca

deixa

De ser

 

E

sempre

deixa ser

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s