[ }

[ ]
Hoje
quero ser
aquela cadeira vaga
aquele espaço vazio
aquela página em branco
aquela frase incompleta
aquela sem rima

quero ser
aquela dor no peito
aquela [dor] crônica
que não passa
que sempre
disFarça

quero ser
o silêncio que muito diz
o que não conDiz

quero ser
a marca do xis
escrita a giz

que facilMente
Se apaga
e sempre
Fica

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s